Escolhe destino
ieversion.notsupported
portada-sicilia.jpg

Guia de Viagem Sicília - Planeje suas férias na Sicília

Lazer e Cultura

  • Quais as melhores praias para visitar na Sicília?
    Com paisagens rochosas acidentadas  e águas cristalinas morninhas durante todo o verão, o litoral da Sicília tem quase 1.5 quilômetros e possui praias para todos os turistas. Da costa do Tirreno até as margens mais calmas do Mediterrâneo e na costa jônica, as belas praias dessa imensa ilha têm banhos famosos por suas praias de cascalho desertas e de águas tranquilas. Cala Gallo, Mondello, Isola Bella, Scala dei Turchi, San Vito lo Capo e Lido Mazzarò são algumas das melhores praias da Sicília, para nadar, curtir ou praticar esportes aquáticos.
    • cala-gallo.jpg
      Cala Gallo

      Cala Gallo é parte da Reserva Natural Capo Gallo, mais a norte de Palermo. Seu litoral rochoso tem vista para um mar profundo, tornando essa uma das melhores praias da Sicília. Ainda mais para os amantes de mergulho e snorkel. No fundo do mar, grutas escarpadas e uma diversa vida marinha, com grandes quantidades de lagostas, são um verdadeiro paraíso para os mergulhadores.

    • mondello.jpg
      Mondello

      Em Palermo, na costa noroeste da Sicília e posicionada entre os acidentados penhascos de Monte Gallo e Monte Pellegrino, está Mondello. Com 1.6 quilômetros de de extensão a praia é uma mistura perfeita entre areias claras e águas transparentes, sendo ideal para famílias e amantes do mergulho em águas rasas. Junto com o Mar Tirreno, essa praia oferece condições para a prática de esportes aquáticos como o caiaque, vela, stand-up-paddle, windsurf ou um mergulho de snorkel.

    • isola-bella.jpg
      Isola Bella

      Essa praia de seixos fica na costa leste da Sicília e é acessível por um caminho belo como seu nome. Carinhosamente apelidada de Pérola do Mar Jônico, as águas cristalinas do mar de Isola Bella são perfeitas para um mergulho com snorkel ou uma volta de pedalinhos, com vistas incomparáveis do mar Mediterrâneo, grutas e trilhas para os aventureiros.

    • scala-dei-turchi.jpg
      Scala dei Turchi

      As marés e o vento corroem as falésias de Scala dei Turchi, formando uma enorme escada natural entre duas praias de areia na costa de Realmonte. Mergulhe nas águas azuis brilhantes do alto de uma pedra, nade pelas ondas circundantes ou tome um sol por entre essas pedras polidas pelo tempo.

    • san-vito-lo-capo.jpg
      San Vito lo Capo

      Próximo a Trapani, um vasto trecho de areia de San Vito lo Capo tem águas tranquilas e areia dourada, sendo uma das melhores praias da Sicília para as famílias. Veja os peixes em suas águas transparentes durante o mergulho ou faça um passeio de barco pelos mares turquesa.  Observe os golfinhos e olhe a paisagem por outro ângulo, com o Monte Mônaco de fundo.

    • lido-mazzaro.jpg
      Lido Mazzarò

      Acessível por um passeio de teleférico na medieval Taormina, a atmosfera de Lido Mazzarò é perfeita para os turistas que procuram uma pausa dos locais mais movimentados. Suas águas cristalinas, posicionadas em uma baía protegida, tem uma costa de cascalho e são perfeitas para a prática de stand-up-paddle, caiaque, mergulhos de snorkel e passeios de barco.

    • Nas praias semi-privadas, chamadas lidos, os visitantes devem pagar uma pequena taxa pelas comodidades oferecidas - como cadeiras, salva-vidas e guarda-sóis.
    • A água da torneira da Sicília é potável, mas pode ter um gosto metálico em algumas regiões. Se tem estômago mais sensível, recomenda-se beber água engarrafada.
    • Os preços de venda de mercadorias nos mercados - exceto alimentos - geralmente podem ser negociados em aproximadamente 10%.
    • A nudez não é permitida nas praias da Sicília.
    • Lave sempre as mãos com água ou álcool em gel.
    • Procure ter uma noção geral dos preços antes de comprar.
    • Sempre leve sandálias. Algumas praias da Sicília são de seixos e cascalhos, o que pode machucar os pés.
    • Seja criterioso para consumir comidas de rua, especialmente carnes e laticínios que estejam expostos ao ar livre.
    • Sempre leve dinheiro suficiente para os mercados, já que a maioria dos vendedores não aceita cartões.
    • Para evitar pequenos roubos, ande somente com os objetos necessários.
    • Enxague e descasque frutas e legumes frescos antes de comer.
    • Informe-se sobre os horários de abertura e encerramento dos locais. Nem todos os mercados estão abertos todos os dias e muitos só funcionam pela manhã.
    • Use filtro solar para proteger a pele, especialmente durante os meses quentes de verão.
    • Mantenha-se hidratado, especialmente quando consumir bebidas alcoólicas.
    • Evite leite e derivados não pasteurizados.
    • Os mercados são áreas de grande fluxo de gente. Esteja sempre atento aos objetos de valor para evitar roubos.
    • Aplique repelente de insetos para se proteger dos mosquitos.
    • Tocar objetos e alimentos sem permissão pode ser considerado grosseiro.
  • Quais os melhores passeios da Sicília?
    A Sicília é a maior ilha do Mediterrâneo, reunindo algumas maravilhas antigas, conservadas desde o tempo dos antigos fenícios. Rodeada por águas cintilantes e lar do infame Monte Etna, sua beleza natural é surpreendente, com obras-primas arqueológicas que criam todo o cenário para aventuras incríveis. Algumas das melhores excursões de 1 dia na Sicília são o Monte Etna, as ilhas Eólias, a capital Palermo, as antigas ruínas de Siracusa, os mosaicos multicoloridos da Villa Romana del Casale e as metrópoles barrocas de Catania.
    • monte-etna.jpg
      Monte Etna

      Considerado pelos antigos gregos como a habitação dos ciclopes, o Monte Etna é o vulcão ativo mais importante da Europa e um Patrimônio Mundial da UNESCO. Localizado no Parco dell'Etna, tem crateras lunares que vão de campos de cinzas a uma vista inacreditável da Sicília. Durante o inverno os visitantes podem esquiar e escorregar de tobogã pela montanha. Já nos meses de verão, há trilhas para caminhadas pelos campos, vinhas e pomares.

    • islas-eolias.jpg
      Ilhas Eólias

      Esse arquipélago vulcânico tem sete ilhas: Lipari, Vulcano, Panarea, Salina, Alicudi, Filicudi e Stromboli, que juntas resultam em uma das melhores viagens de 1 dia na Sicília. Você pode viajar do continente para relaxar em banhos de lama quente, caminhar até as crateras vulcânicas em Stromboli, visitar vilas medievais em Panarea ou passar o dia navegando, mergulhando ou surfando no mar Tirreno.

    • palermo.jpg
      Palermo

      Fundada em 734 a.C., a capital da Sicília está situada no extremo sul da Europa.  Palermo tem uma herança arqueológica rica, que abrange desde as eras medievais ao período barroco. O Palazzo dei Normanni - palácio real da Sicília - é imperdível por ser um dos exemplares mais bem preservados da arquitetura árabe-normando-bizantina. A Cappella Palatina também é encantadora por seus mosaicos dourados. Você também visitar o famoso museu de arte da cidade: a Galleria Regionale della Sicilia, para ver uma coleção com diversas obras de arte medievais.

    • siracusa.jpg
      Siracusa

      Envolvida pelo Parque Arqueológico de Neapolis, Siracusa é uma visita às antigas civilizações grega, judaica e bizantina, sendo uma das melhores excursões históricas de 1 dia na Sicília. Você também pode ver as impressionantes ruínas da cidade, como um anfiteatro gigantesco, um castelo imponente e muitos templos antigos. Na ilha de Ortygia, ligada ao continente por três pontes, reside o Templo de Apolo - o mais antigo da Sicília, datado de 565 a.C.

    • villa-romana-del-casale.jpg
      Villa Romana del Casale

      A pouco mais de 3 quilômetros da Piazza Armerina está a melhor coleção mundial de mosaicos romanos multicoloridos, reunidos em Villa Romana del Casale - que foi pensado para ser o retiro de Marco Aurélio. Com mais de 50 salas e retratando mitos antigos, vida cotidiana e dramas narrativos, o local é Patrimônio Mundial da UNESCO. Mantido milagrosamente intacto desde o século IV,  tem informações fascinantes sobre as civilizações antigas.

    • catania.jpg
      Catania

      A arquitetura barroca de Catania tem vestígios de civilizações passadas, destruídas pelas erupções do Monte Etna. Como é a segunda maior cidade da Sicília, tem magníficos paraísos arquitetônicos, como a Cattedrale Sant 'Agata e o Castello Ursino, do século XIII. A praça central da cidade, Piazza del Duomo, abriga a famosa Fontana dell'Elefante, feita em pedra de lava negra. É um bom ponto para começar o dia explorando o rico legado dessa cidade com museus, parques e catedrais.

    • Nas praias semi-privadas, chamadas lidos, os visitantes devem pagar uma pequena taxa pelas comodidades oferecidas - como cadeiras, salva-vidas e guarda-sóis.
    • A água da torneira da Sicília é potável, mas pode ter um gosto metálico em algumas regiões. Se tem estômago mais sensível, recomenda-se beber água engarrafada.
    • Os preços de venda de mercadorias nos mercados - exceto alimentos - geralmente podem ser negociados em aproximadamente 10%.
    • A nudez não é permitida nas praias da Sicília.
    • Lave sempre as mãos com água ou álcool em gel.
    • Procure ter uma noção geral dos preços antes de comprar.
    • Sempre leve sandálias. Algumas praias da Sicília são de seixos e cascalhos, o que pode machucar os pés.
    • Seja criterioso para consumir comidas de rua, especialmente carnes e laticínios que estejam expostos ao ar livre.
    • Sempre leve dinheiro suficiente para os mercados, já que a maioria dos vendedores não aceita cartões.
    • Para evitar pequenos roubos, ande somente com os objetos necessários.
    • Enxague e descasque frutas e legumes frescos antes de comer.
    • Informe-se sobre os horários de abertura e encerramento dos locais. Nem todos os mercados estão abertos todos os dias e muitos só funcionam pela manhã.
    • Use filtro solar para proteger a pele, especialmente durante os meses quentes de verão.
    • Mantenha-se hidratado, especialmente quando consumir bebidas alcoólicas.
    • Evite leite e derivados não pasteurizados.
    • Os mercados são áreas de grande fluxo de gente. Esteja sempre atento aos objetos de valor para evitar roubos.
    • Aplique repelente de insetos para se proteger dos mosquitos.
    • Tocar objetos e alimentos sem permissão pode ser considerado grosseiro.
  • O que comer na Sicília
    A riqueza da culinária siciliana é o resultado das diferentes civilizações que, ao longo de mais de três milênios, contribuíram com diferentes ingredientes e técnicas para a gastronomia local. Reconhecida pela UNESCO como patrimônio cultural imaterial, a dieta mediterrânea é influenciada pela culinária norte-africana, grega e árabe. Os árabes introduziram noz-moscada, cravo-da-índia, laranjas e couscous -  comuns nos pratos do sul e remetem ao norte da África; enquanto os gregos trouxeram azeitonas e uvas, originando a produção de azeite e vinho. Mais tarde, os romanos introduziram grão-de-bico e alguns tipos de macarrão, estimulando a produção de grãos da ilha. Especiarias como orégano, hortelã, erva-doce e alecrim são temperos comuns em muitos dos pratos locais. Os tomates são, muitas vezes, a base para molhos de massas e sopas; enquanto a ricota é um ingrediente essencial, usado no macarrão e na pastelaria. O azeite está pronto para mergulhar o pão e a zeste cítrica está em tudo: dos vegetais às sobremesas. Mas o que comer na Sicília? De entrada, a Caponata e os frutos do mar são impecáveis. Os pratos principais de carne e peixe - como Pasta con le Sarde - e as sobremesas têm quitutes como Cannoli e Cassata. Quando se trata da cozinha siciliana, o que não faltam são opções. Aqui você encontra um breve guia sobre a culinária tradicional da ilha, assim como algumas dicas do que comer durante a sua visita.
    • comer-sicilia.jpg
      O melhor da culinária tradicional da Sicília

      Entrada típica, a Caponata é feita de berinjela picada e frita, aipo, vinagre açucarado e alcaparras, resultando em um prato agridoce bastante apreciado. Para saborear o clássico sabor siciliano, peça uma Pasta con le Sarde, um prato de macarrão com sardinha e erva-doce. Sua combinação árabe de passas, nozes e açafrão é uma herança da rica história culinária da ilha. Outro prato siciliano clássico é o Farsumagru, um tradicional rolo de bife cheio de ovos e carnes picadas, feito desde o século XIII. Para a sobremesa, o Cannoli é onipresente: canudinho de massa de massa frita recheado com ricotta. Outra opção é a Cassata, um bolo branco liso recheado de ricota de ovelha e coberto por frutas cristalizadas. Os sicilianos se orgulham de sua deliciosa comida de rua. Passeando pelas cidades, experimente o Arancini, um bolinho de arroz frito recheado de carne moída, ervilha verde ou presunto e queijo. Prove também o Sfincione, que é uma espécie de pizza com uma crosta mais espessa.

    • hacer-sfincione.jpg
      Como fazer Sfincione

      Prepare a massa com 12 horas de antecedência, misturando 500g de farinha, 1 colher de chá de sal e 25g de fermento com 250 ml de água morna.Pré-aqueça o forno alto e coloque a massa. Use um garfo para fazer buracos em toda ela para garantir que cresça sem bolhas gigantes.Leve ½ xícara de migalhas de pão a uma frigideira grande. Adicione 3 cebolas médias em fatias finas e frite em azeite até dourar a cebola. Diminua o fogo e misture 100g de pinhão amassado, 1 colher de sopa de pimenta vermelha, 100g de passas e 2 colheres de chá de orégano.Distribua 6 filés de anchovas uniformemente sobre a massa e espalhe 4 colheres de sopa de molho de tomate sobre toda a crosta. Polvilhe a migalha de pão sobre a massa e cubra com o azeite restante.Deixe a massa crescer antes de assar no forno até dourar.

    • bebidas-sicilia.jpg
      Bebidas que você precisa provar na Sicília

      A Sicília tem uma longa tradição de vinhos. Os mais conhecidos são o Malvasia, Grillo e Nero d'Avola. Famoso por representar o néctar dos deuses, o Malvasia é um vinho doce com corpo pesado e textura macia na boca. O Nero d 'Avola é comparado a um  Syrah: encorpado e vai bem com carne. Já o Grillo é um vinho branco de fácil paladar, com notas de frutas e pode ser apreciado com aves de capoeira e frutos do mar. Licores como Grappa, Limoncello e Amaretto são digestivos bem procurados, apreciados após as refeições. O Seltzers sem álcool, limão e soda, assim como Granita (uma espécie de raspadinha siciliana) são perfeitos para se refrescar nos dias mais quentes.

    • Nas praias semi-privadas, chamadas lidos, os visitantes devem pagar uma pequena taxa pelas comodidades oferecidas - como cadeiras, salva-vidas e guarda-sóis.
    • A água da torneira da Sicília é potável, mas pode ter um gosto metálico em algumas regiões. Se tem estômago mais sensível, recomenda-se beber água engarrafada.
    • Os preços de venda de mercadorias nos mercados - exceto alimentos - geralmente podem ser negociados em aproximadamente 10%.
    • A nudez não é permitida nas praias da Sicília.
    • Lave sempre as mãos com água ou álcool em gel.
    • Procure ter uma noção geral dos preços antes de comprar.
    • Sempre leve sandálias. Algumas praias da Sicília são de seixos e cascalhos, o que pode machucar os pés.
    • Seja criterioso para consumir comidas de rua, especialmente carnes e laticínios que estejam expostos ao ar livre.
    • Sempre leve dinheiro suficiente para os mercados, já que a maioria dos vendedores não aceita cartões.
    • Para evitar pequenos roubos, ande somente com os objetos necessários.
    • Enxague e descasque frutas e legumes frescos antes de comer.
    • Informe-se sobre os horários de abertura e encerramento dos locais. Nem todos os mercados estão abertos todos os dias e muitos só funcionam pela manhã.
    • Use filtro solar para proteger a pele, especialmente durante os meses quentes de verão.
    • Mantenha-se hidratado, especialmente quando consumir bebidas alcoólicas.
    • Evite leite e derivados não pasteurizados.
    • Os mercados são áreas de grande fluxo de gente. Esteja sempre atento aos objetos de valor para evitar roubos.
    • Aplique repelente de insetos para se proteger dos mosquitos.
    • Tocar objetos e alimentos sem permissão pode ser considerado grosseiro.
  • Quais as melhores coisas para fazer na Sicília?
    A Sicília encanta os viajantes pela quantidade de seus  tesouros culturais e paisagens hipnotizantes, que vão desde praias de cascalho até crateras vulcânicas cobertas de cinzas ou regiões rurais com olivais e vinhedos. Os visitantes têm infinitas atividades para escolher durante a sua estada. Descobrir a rica história e legado cultural da ilha, visitar o  Vale dos Templos, mergulhar nas águas azuis refrescantes, passear pelas vinícolas degustando bons vinhos, fazer passeios de barco e explorar as numerosas cavernas são algumas das melhores coisas para fazer na Sicília.
    • historia-sicilia.jpg
      Descobrir a história e as heranças culturais

      Com inúmeros templos gregos, castelos bizantinos e catedrais barrocas, a dica é escolher algumas das atrações principais, em vez de tentar ver tudo de uma vez. Conheça as cidades barrocas de Ragusa ou visite a região medieval de Erice e seu impressionante Castello di Venere. Palermo tem a ópera do Teatro Massimo e mais de 30 locais culturais imperdíveis - reserve um tempo também para passear pelas suas ruas, comer alguma coisa e observar a cultura siciliana.

    • valle-templos.jpg
      Visitar o Vale dos Templos

      Localizado no sul da Sicília, em uma encosta com vista para Agrigento está o Templo da Concórdia - um dos exemplos mais bonitos da arquitetura dórica grega, que sobreviveu intacto. Os sete templos do lugar dão aos visitantes uma idéia aproximada do que a poderosa cidade helênica era em seu auge. Depois de visitar essas impressionantes estruturas, faça uma parada no museu arqueológico para conhecer a história e o papel que os templos desempenhavam na antiga Akragas.

    • buceo-sicilia.jpg
      Mergulhar nas águas turquesa

      Não só de história vive essa ilha do Mediterrâneo. Algumas das melhores atividades na Sicília são feitas ao longo da costa. Por exemplo, mergulhar de snorkel pelas grutas na reserva marítima Ustica, nadar nas águas brilhantes de Siracusa ou em alguma das praias favoritas da Sicília - como Mondello ou San Vito lo Capo, com ondas suaves, ideais para fazer kite surf, andar de caiaque e aproveitar o mar cristalino.

    • cata-vinos.jpg
      Visitar as vinícolas

      A Sicília é uma das regiões mais significativas da Itália, em termos de vinho - responsável por 30% da produção do país. Do sopé fértil do Etna a Trapani, passando pelas ilhas Eólias: é daí que vêm os famosos vinhos Etna Rosso, Marsala e Alcamo Bianco. Planeje um passeio pelas vinícolas do Monte Etna, Vittoria, Noto e Faro e experimente alguns dos melhores vinhos sicilianos.

    • barco-sicilia.jpg
      Fazer um passeio de barco

      Alugar um barco ou fazer um cruzeiro pela costa da Sicília podem proporcionar uma visão diferente da Sicília. Escolha entre embarcações mais simples ou grandes cruzeiros ao redor das ilhas Eólias. Você também pode contratar um iate para ter uma experiência mais exclusiva.

    • cuevas-sicilia.jpg
      Explorar as várias cavernas

      Para os interessados no turismo de aventura, as cavernas da Sicília são uma alternativa emocionante às suas belas praias. Explore a Grotta Mangiapane, perto de Trapani, onde há uma aldeia pré-histórica bem preservada entre dois picos das montanhas. A caverna foi habitada por humanos há 20 mil anos e depois, dos anos 1800 até a década de 1950 - quando foi habitada pela família Mangiapane, que dá nome ao lugar.

    • Nas praias semi-privadas, chamadas lidos, os visitantes devem pagar uma pequena taxa pelas comodidades oferecidas - como cadeiras, salva-vidas e guarda-sóis.
    • A água da torneira da Sicília é potável, mas pode ter um gosto metálico em algumas regiões. Se tem estômago mais sensível, recomenda-se beber água engarrafada.
    • Os preços de venda de mercadorias nos mercados - exceto alimentos - geralmente podem ser negociados em aproximadamente 10%.
    • A nudez não é permitida nas praias da Sicília.
    • Lave sempre as mãos com água ou álcool em gel.
    • Procure ter uma noção geral dos preços antes de comprar.
    • Sempre leve sandálias. Algumas praias da Sicília são de seixos e cascalhos, o que pode machucar os pés.
    • Seja criterioso para consumir comidas de rua, especialmente carnes e laticínios que estejam expostos ao ar livre.
    • Sempre leve dinheiro suficiente para os mercados, já que a maioria dos vendedores não aceita cartões.
    • Para evitar pequenos roubos, ande somente com os objetos necessários.
    • Enxague e descasque frutas e legumes frescos antes de comer.
    • Informe-se sobre os horários de abertura e encerramento dos locais. Nem todos os mercados estão abertos todos os dias e muitos só funcionam pela manhã.
    • Use filtro solar para proteger a pele, especialmente durante os meses quentes de verão.
    • Mantenha-se hidratado, especialmente quando consumir bebidas alcoólicas.
    • Evite leite e derivados não pasteurizados.
    • Os mercados são áreas de grande fluxo de gente. Esteja sempre atento aos objetos de valor para evitar roubos.
    • Aplique repelente de insetos para se proteger dos mosquitos.
    • Tocar objetos e alimentos sem permissão pode ser considerado grosseiro.
  • O que comprar na Sicília
    Encontrados em todas as esquinas da cidade, escondidos atrás de catedrais imponentes e entre edifícios barrocos, a variedade de cheiros e atmosferas dos mercados da Sicília têm uma longa história desde o século IX. Embora os produtos frescos nos mercados - que vão desde colheitas do dia até os queijos deliciosos - sejam altamente recomendados, há outras lembranças únicas que os visitantes podem levar como lembranças do Mediterrâneo. As cerâmicas tradicionais de Caltagirone, como cones de pinho, vasos e utensílios de serviço; as jóias vulcânicas artesanais do Etna; as marionetes de madeira e os candelabros, assim como os tecidos bordados, são apenas algumas das lembranças que são a cara da Sicília.
    • comprar-sicilia.jpg
      Onde ir às compras na Sicília

      Enquanto os mercados de Palermo têm uma influência mais histórica, cada região da Sicília tem suas próprias feiras, mercados de pulgas e lojinhas de souvenirs. Mas Catania, Taormina, Ragusa, Caltagirone e Siracusa são especiais, quando se trata de fazer compras na Sicília.

    • comprar-palermo.jpg
      Palermo

      Os quatro principais mercados de Palermo são Ballarò, Il Capo, Borgo Vecchio e Vucciria -  alguns dos melhores destinos para compras na Sicília. Os amantes de antiguidades mais exigentes vão amar as jóias e vidros italianos de época. Os que procuram lembranças tradicionais também podem encontrar toalhas bordadas a mão e encantadoras marionetes de madeira.

    • comprar-catania.jpg
      Catania

      Embora Catania seja famosa pela La Pescheria - um dos maiores mercados de peixe da Itália e Patrimônio Mundial da UNESCO, o Fea o Luni, na Piazza Carlo Alberto barroca, tem uma boa variedade de artigos em couro, artesanatos em estilo barroco, candelabros de madeira e os famosos fantoches de Catania.

    • comprar-taormina.jpg
      Taormina

      Corso Umberto, rua principal de Taormina e os becos que levam a ela, têm muitas lojas de souvenirs com artesanato típico da Sicília - como cerâmica, mármore esculpido, jóias de ouro com pedras semi-preciosas e estátuas feitas em pedra de lava. No verão, próximo à Piazza Carmine, há uma feira ao ar livre onde os visitantes podem comprar alimentos como caixas de marzipan e alle mandorle - um vinho branco seco feito de amêndoas amargas.

    • comprar-caltagirone.jpg
      Caltagirone

      Apelidada de cidade da cerâmica siciliana, graças ao artesanato milenar que ainda é praticado na região, Caltagirone é o melhor lugar na Sicília para comprar cerâmica. Há muitos vasos pintados a mão, assim como como utensílios de mesa, cones de pinheiro (um símbolo tradicional de hospitalidade) e azulejos decorativos à venda. Lembrancinhas para todos os gostos e orçamentos.

    • comprar-ragusa.jpg
      Ragusa

      A Corso XXV Aprile, via principal de Ragusa, é um excelente local para comprar souvenirs da Sicília. E mais: Ragusa também é conhecida por suas técnicas tradicionais de bordado, denominadas sfilato siciliano, que estão em toalhas de mesa, lençóis e cobertas. As fazendas rurais da região também vendem seus bordados artesanais aos visitantes.

    • Nas praias semi-privadas, chamadas lidos, os visitantes devem pagar uma pequena taxa pelas comodidades oferecidas - como cadeiras, salva-vidas e guarda-sóis.
    • A água da torneira da Sicília é potável, mas pode ter um gosto metálico em algumas regiões. Se tem estômago mais sensível, recomenda-se beber água engarrafada.
    • Os preços de venda de mercadorias nos mercados - exceto alimentos - geralmente podem ser negociados em aproximadamente 10%.
    • A nudez não é permitida nas praias da Sicília.
    • Lave sempre as mãos com água ou álcool em gel.
    • Procure ter uma noção geral dos preços antes de comprar.
    • Sempre leve sandálias. Algumas praias da Sicília são de seixos e cascalhos, o que pode machucar os pés.
    • Seja criterioso para consumir comidas de rua, especialmente carnes e laticínios que estejam expostos ao ar livre.
    • Sempre leve dinheiro suficiente para os mercados, já que a maioria dos vendedores não aceita cartões.
    • Para evitar pequenos roubos, ande somente com os objetos necessários.
    • Enxague e descasque frutas e legumes frescos antes de comer.
    • Informe-se sobre os horários de abertura e encerramento dos locais. Nem todos os mercados estão abertos todos os dias e muitos só funcionam pela manhã.
    • Use filtro solar para proteger a pele, especialmente durante os meses quentes de verão.
    • Mantenha-se hidratado, especialmente quando consumir bebidas alcoólicas.
    • Evite leite e derivados não pasteurizados.
    • Os mercados são áreas de grande fluxo de gente. Esteja sempre atento aos objetos de valor para evitar roubos.
    • Aplique repelente de insetos para se proteger dos mosquitos.
    • Tocar objetos e alimentos sem permissão pode ser considerado grosseiro.